O programa Viagem Literária 2019, com dois módulos, alcança público de mais de 28 mil pessoas

A 12ª edição do programa levou 30 convidados, entre grupos de contação de histórias e escritores de literatura fantástica, às bibliotecas paulistas, incentivando a aproximação com a leitura

balanço blog2

Empatia, diálogo e encantamento são palavras que resumem o clima da 12ª edição do programa Viagem Literária em 2019. Ao longo do ano, em dois momentos distintos, um público estimado em mais de 28 mil pessoas esteve nas bibliotecas de 76 municípios paulistas atraído por 231 eventos culturais de estimulo à leitura, à literatura, à troca de ideias.

No primeiro semestre, durante o mês de maio, 15 grupos de narradores de histórias participaram do módulo Contação de Histórias. Fábulas, mitos e lendas do folclore brasileiro e da literatura universal chegaram às pessoas de diversas formas. Recursos criativos e instigantes como fantoches, instrumentos musicais, figurino e objetos cênicos foram usados para incentivar a formação de novos leitores e o prazer da leitura.

Entre os contadores de histórias e grupos convidados participaram desta edição A Fabulosa Companhia, A Hora da História, Ademir Apparício Júnior, Ateliê Teatro, Cia. Bisclof, Cia. De Teatro Nóis na Mala, Cia. do Liquidificador, Cia. Ih, Contei!, Cia. Malas Portam, Mapinguary, Cia. Pé do Ouvido, Heidi Monezzi, Kiara Terra, Mágicas Pirilampos e Os Fabulistas.

Já no segundo semestre, em setembro, foi a vez da Literatura Fantástica. Neste módulo do programa, 15 escritores especializados no gênero integraram uma dinâmica com bate-papos destinados a estudantes e o público em geral. Em clima de conversa descontraída, os autores falaram de temáticas e enredos extraordinários, onde a ficção não tem limites e os seres de outros mundos convivem em cenários nunca antes imaginados. A presença do escritor favorece a aproximação das pessoas do universo da criação literária e do entendimento da profissão.

Estas ações vêm acompanhadas de reciclagem do acervo, com a aquisição de obras dos autores trabalhados, o que torna as bibliotecas culturalmente mais atraentes para suas comunidades.

“Bibliotecários e professores fazem o que podem para levar essas histórias para a garotada, mas o Viagem Literária tem uma clara força de fomentar isso de maneira mais rápida e efetiva, dando não só visibilidade para autores e seus livros, como também resgatando o público para essas obras”, diz o escritor Douglas MCT.

Além dele, participaram dos bate-papos em bibliotecas os seguintes autores: Ana Lúcia Merege, André Vianco, Affonso Solano, Bárbara Morais, Enéias Tavares, Eric Novello, Fábio Kabral, Felipe Castilho, Flávia Muniz, Giulia Moon, Helena Gomes, Jim Anotsu, Marcelo Amaral e Renata Ventura.

“Nesta participação do programa Viagem Literária 2019, em seus dois módulos, foram realizadas ações importantíssimas para este município que não mede esforços para incentivar as crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos para o fortalecimento da leitura. Houve um grande aprendizado, seja da equipe que participou além da atividade local, do curso de formação e seminário, e também dos demais envolvidos como professores e alunos”, avaliou Gilberto Gonçalves, responsável pela Biblioteca Pública Municipal Ellis Vaz de Almeida, da cidade de Colina.

Esta foi a 12ª edição do evento promovido pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB), programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado e realizado pela SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura, que, com seus 30 convidados, entre grupos de contação e escritores, percorreu quase 25 mil quilômetros distribuindo histórias e enriquecendo a imaginação de todos.

Até a próxima aventura!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *